quinta-feira, 1 de setembro de 2011

calor húmido

As harpas pararam de tocar, os anjos silenciaram-se e os pássaros recolheram-se para os seus abrigos, protegendo os seus filhos.
É noite e chove.
Em vez do habitual calor estival que seca quase excessivamente as fontes de vida, ouve-se apenas o tilintar de pérolas oxigenadas. As luzes brilham cada vez menos dentro das casas, ansiosas por uma pausa demorada.
Este é o único estado de tempo que quero que me reflicta, pelo menos em estado de humor: quente e húmido. Não quero estar excessivamente quente, ardentemente louca; não: não quero esbracejar-me em aflição por um galho mais fresco, para, em breve, partir. Também não quero regressar à gélida frieza que provoca o desejo de hibernar, esconder, refugiar - em solidão. Ambas as situações são pretéritos que eu quero manter perfeitos, esféricos - irrevogáveis.
Quero permanecer na delicadeza da humidade, na presença do calor. E, para não me abafar, quero não me esconder. Quero alongar esta doce melancolia e, ao observar o céu lá fora, sentir o calor dos teus braços envolverem-me o tronco, do teu peito contra mim e a humidade dos teus lábios nos meus; e saber que me abrigo em ti, naquele íntimo, por decisão nossa, sabendo, ao mesmo tempo, que poderemos depois esbracejar-nos ao sabor do vento, sem pressas nem contradições, olhando para um mundo que nos é exterior de cima.
E, sobretudo, ser impossível de conjugar este tempo sem ser num presente simultaneamente simples e contínuo, porque não só se repete como é sempre sem fim previsível, sem vez alguma ser algo meramente do futuro.

17 comentários:

Cota disse...

Priceless, é-me difícil falar xD

Catarina disse...

bem querida, agradeço tanto pela tua opiniao e criticas que seram levadas a sério. muito obgd mesmo.
ja te sigo, fiquei encantada com o teu texto e nao o li com precissao devido ao meu tempo mas ainda quero ler os teus textos melhor. parabens :)

Riga/V-1-Boy disse...

mais um grande texto.lol

ena andas inspirada.

ps: e já tas a chegar finalmente aos rmas.lol

Cármen disse...

Cota: Sabes que não precisas. :)

Catarina: Oh, muito obrigada. :$ Eu também te sigo, aquele blogue parece-me prometedor. :p

Riga/V-1-Boy: Quando vemos e interpretamos o mundo de forma apaixonante isso reflete-se nas nossas palavras... e quando temos a nosso lado alguém que reforce a intensidade isso também se reflete. Obrigada. :) É sempre um mimo saber que há quem aprecie o que fazemos, principalmente quando o fazemos com sinceridade e dedicação.

Riga/V-1-Boy disse...

é bom saber que andas que andas bem =)

Cármen disse...

Riga/V-1-Boy: Obrigada. :) Saber que se preocupam connosco ao ponto de lhes agradar que estejamos bem é bonito. :)

Pedro Miguel disse...

Muito obrigado. Não é dos melhores e nem acho que esteja assim tão bem como dizes. Mesmo assim agradeço a boa vontade. :)

Gostei, da parte do "sentir o calor dos teus braços" *-*

Off: A letras a branco com o fundo preto dá-me cabo dos olhos. E penso que faz mal aos olhos este contraste.

Lorena disse...

AMEI o seu espaço, estarei sempre por aqui, pode ter certeza!!!
Depois dê uma olhadinha no meu tbm!!!!
Bjussssss

Cármen disse...

Pedro Miguel: Bem, eu gostei imenso... talvez, desta vez, mais pelo que ele representa do que pela forma como foi escrito. :) E relativamente ao aspecto... vou ver o que consigo fazer. ^^;

Lorena: Muito obrigada! Já vi o seu também, vou seguir. Gosto imenso! :D

Riga/V-1-Boy disse...

pode parecer parvo, mas às pessoas que considero amigas, gosto de as ver bem =)

Cármen disse...

Riga/V-1-Boy: Parvo? Não compreendo porquê. :) Eu também te considero um amigo e gosto de ver os meus amigos bem.

Lorena disse...

Obrigada pelas palavras, fico feliz que tenha gostado do meu blog, pois eu adorei o seu!!!!
Volte sempre, pois eu estarei por aqui sempre!!!!

Cármen disse...

Lorena: Serei uma seguidora assídua, se puder. :)

Hayley Nya* disse...

Olá! :D Eu bem digo que vicio-me no teu blog! A sério, gosto muito da forma como descreves e vês as coisas! :D Pois, eu se fosse a ti também tinha muito medo! haha xD Estou a brincar, ainda não está muito bem definido! Por acaso não li... mas podes passar-me o link? :D haha Obrigada! :D Bem, por consequência eu também sou fã! hehe

Cármen disse...

É normal, né? xD Afinal és tu quem as pões lá...
http://cween-crazy.blogspot.com/2011/07/7-carta-ao-teutua-ex-namoradoex.html

Hayley Nya* disse...

Foi uma espécie de ironia! :P hehe

Cármen disse...

Hayley Nya*: Ironia não, que a ironia é a ridicularização de algo pela exposição do seu oposto... chamemos-lhe sarcasmo. :p