sábado, 5 de novembro de 2011

heterobiografia

«É pequena, e diferente.
Quem olha para ela vê uma pessoa normal: com os seus problemas, divertida, extrovertida - mas nunca profunda.
Há já algum tempo apercebi-me de ela ter duas faces. Como eu, adapta-se às pessoas com quem está, consegue mudar a sua forma de agir em segundos. Talvez com uma pessoa normal, ela seja igual a todas as outras pessoas, mas ela é muito mais profunda do que isso!
Apenas mostra a sua segunda faceta com certas pessoas - felizmente, eu sou uma delas. É filósofa, inteligente, preocupada com coisas que vão muito além do interesse geral, e é uma excelente escritora, conseguindo captar inspiração de qualquer coisa.
Esta sua segunda faceta, esta sua verdadeira faceta, é apenas para alguns. Apenas para os que não têm preconceito, para aqueles que conseguem aceitar. Para aqueles que dão valor à mente

De um recente, mas bom amigo.

1 comentário:

S. disse...

Uma boa descrição, sem dúvida :)